Bem vindo ao maior portal do oeste baiano.
IV Mostra de Teatro do Velho Chico movimenta o fim de semana em São Desidério e atrai grande público
27/03/2018 11:38 pm
Na noite de sexta-feira 23, no Centro Cultural, foi aberta oficialmente a ‘IV Mostra de Teatro do Velho Chico’ em São Desidério. O grupo anfitrião Cia de Teatro Trakinus comandou a apresentação inicial ao encenar a peça ‘O canto das lavadeiras’. O prefeito Zé Carlos, secretários de governo, representantes territoriais e um grande público prestigiou a abertura do evento.
A atriz Fernanda Silva, da Cia de teatro Os Trakinus, uma das lavadeiras da peça contracenou com sua filha Laura de 02 anos. “Ao comparecer todos os dias ao ensaio, ela participava ativamente, cantando e encenando, então a diretora da peça resolveu integrá-la ao elenco juntamente com a filha de outra colega, para contracenar como atrizes mirins. Para ela é uma diversão estar ali atuando, cantando e imitando todas as nossas canções e ações da peça”, declarou a atriz.
A mostra é promovida pela Rede Teatro do Velho Chico, o Grupo de Teatro Trakinus, a Cia de Teatro Mistura e Teatrando, com o apoio cultural da Prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SECULT) e da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), e segue até amanhã, 27.
“Esse momento é um incentivo ao teatro do nosso município e nós precisamos valorizar. Parabenizo o grupo de Teatro Os Trakinus pela apresentação maravilhosa que assistimos hoje e me orgulho muito da resistência dessa companhia e pelo trabalho de valorização da cultura local que vem desenvolvendo em nosso município”, destacou o prefeito Zé Carlos.
Os espetáculos são realizados no Centro Cultural, no espaço provisório aonde funciona a Biblioteca Municipal Dom Ricardo Weberberger, Salão Paroquial, bairros Tangará e Alto do Cristo. “A Prefeitura Municipal nos acolheu, deu total apoiou a este evento que tem o município de São Desidério como sede dessa mostra de teatro. Apesar de não dispor de estrutura de um teatro, nos foi disponibilizado espaços culturais que se tornaram em espaços cênicos, e essa é a proposta desse projeto”, afirmou a atriz e uma das organizadoras do evento Ruth Guimarães.
O projeto envolve 17 grupos de teatro da região Oeste e Sudoeste da Bahia com 18 espetáculos. “Esse é um evento importante seja por parte dos moradores que recebem a amostra, e por criar oportunidades para potencializar o processo criativo, seja por parte dos grupos que integram a amostra e ampliam o conhecimento no momento de interação, além de proporcionar o processo criativo, seja na perspectiva da dramaturgia de encenação, seja na perspectiva da poética  de encenação”, disse o professor Reginaldo Carvalho.
Entre as peças que já foram apresentadas no sábado e domingo estão “As lavadeiras de Belelé”, “A megera domada”, “Romeu e Julieta”, “Quem fez 68 não faz 69”. Para o público infantil, “O reizinho mandão” e “O fantasminha medroso”.

Nesta segunda, a programação da mostra teatral continua com a peça infantil “Nariz encantado” às 16 horas na Biblioteca Municipal com participação dos alunos das escolas Antônio Pereira da Rocha e Dr. Silva Jardim. Á noite, as 18h30 dois espetáculos no Centro Cultural “Princípio, meio e fim” e em seguida “Prevenir é melhor que remediar” e as 20h30 “Órfão confesso” na Biblioteca Municipal.

Fonte: Ana Lúcia Souza/Adaptação:Equipe Oeste Mania.
Rua Abílio Farias, 394, Centro, Barreiras - Bahia - CEP 47.804.080
Fone: (77) 3611-0101 / E-mail: adm@oestemania.com.br