Bem vindo ao maior portal do oeste baiano.
Aluna se apresenta de calcinha e sutiã após professora criticar sua roupa
15/05/2018 04:03 pm
Letitia Chai estava praticando a apresentação de sua tese na Cornell University, em Nova York, quando sua professora, Rebekah Maggor, criticou a roupa que a estudante estava usando: uma camisa de botões e um shorts jeans. Segundo ela, Rebekah teria dito que o shorts de Letitia estava muito curto e que ela iria desviar a atenção dos homens de sua apresentação. Após o comentário, um aluno da turma ainda disse que a palestrante tinha a “obrigação moral” com a audiência de mostrar menos pele, então Letitia deixou a sala de aula. De acordo com a estudante, a professora a seguiu e perguntou o que a mãe dela pensaria sobre a roupa que a filha estava usando. “Minha mãe é uma feminista e professora de gênero e sexualidade. Ela estaria bem com meu shorts”, Letitia respondeu.
A professora, então, perguntou o que Letitia iria fazer e a aluna declarou “que faria a melhor apresentação de sua vida”. Indignada, ela voltou para a sala de aula, tirou a camisa e o shorts e seguiu com a apresentação do trabalho de calcinha e sutiã. Ao jornal da faculdade, The Cornell Daily Sun, Letitia disse: “Eu não sou responsável pela atenção de ninguém, nós somos capazes de pensarmos por nós mesmos”.  Depois do episódio, Letitia transformou o ocorrido em um protesto e, através de uma publicação no Facebook, convidou mais pessoas a participarem com ela da apresentação final de sua tese. No dia, a aluna apareceu com o mesmo shorts e camisa de botões que causaram a discussão com a docente e convidou os membros da audiência a tirarem suas roupas. Das 44 pessoas que estavam no teatro, 28 ficaram de roupa íntima em apoio à estudante.
Em seu protesto, Letitia disse: “Eu sou mais que uma asiática. Eu sou mais que uma mulher. Eu sou mais que Letitia Chai. Eu sou um ser humano e peço para você dar esse salto de fé no nosso movimento e se juntar a mim para olhar um ao outro como nós verdadeiramente somos: membros da raça humana”. De acordo com o The Sun, a professora Rebekah Maggor afirmou que não diz aos seus alunos como se vestirem e nem define quais vestimentas são apropriadas. “Eu peço para eles refletirem por si mesmos e tomarem as próprias decisões”, declarou. Ainda segundo a publicação, Letitia disse que sua intenção não era ir atrás da docente, mas levantar uma discussão sobre esse tipo de pensamento preconceituoso. Qual sua opinião sobre o caso?
Fonte:Barreiras Notícias/Instragam/Adaptação:Equipe Oeste Mania.
Rua Abílio Farias, 394, Centro, Barreiras - Bahia - CEP 47.804.080
Fone: (77) 3611-0101 / E-mail: adm@oestemania.com.br